Entrevista com Lucifer...

 Foi um querubim,  era o selo da perfeição, cheio de sabedoria e perfeito em formosura.
Se rebelou contra a autoridade de Deus, querendo se igualar a Ele, e trazendo consigo uma legião de anjos, e para ser mais exato, um terço dos anjos. Foi vencido e deposto com seus seguidores que se transformaram em anjos caídos, o que chamamos de demônios. Lúcifer é sedutor e busca autoridade entre os homens, trocando favores e até enriquecendo aqueles que fazem a sua vontade, sustenta desde seitas demoníacas a esquemas tecnológicos ou assuntos "singelos" para manter-se reinante entre os homens.

Trecho registrado no livro do profeta Ezequiel:
12 Filho do homem, levanta uma lamentação sobre o rei de Tiro, e dize-te: Assim diz o Senhor Deus: Tu eras o selo da perfeição, cheio de sabedoria e perfeito em formosura.
13 Estiveste no Éden, jardim de Deus; cobrias-te de toda pedra preciosa: a cornalina, o topázio, o ônix, a crisólita, o berilo, o jaspe, a safira, a granada, a esmeralda e o ouro. Em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados.
14 Eu te coloquei como querubim da guarda; estiveste sobre o monte santo de Deus; andaste no meio das pedras afogueadas.
15 Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que em ti se achou iniqüidade.
16 Pela abundância do teu comércio o teu coração se encheu de violência, e pecaste; pelo que te lancei, profanado, fora do monte de Deus, e o querubim da guarda te expulsou do meio das pedras afogueadas.
17 Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei; diante dos reis te pus, para que te contemplem.
18 Pela multidão das tuas iniqüidades, na injustiça do teu comércio, profanaste os teus santuários; eu, pois, fiz sair do meio de ti um fogo, que te consumiu a ti, e te tornei em cinza sobre a terra, à vista de todos os que te contemplavam.
* * *


Entrevista com Lúcifer

Quem o criou?

Lúcifer: fui criado pelo próprio Deus, bem antes da existência do homem.

Como você era quando foi criado?

Lúcifer: vim à existência já na forma adulta e, como Adão, não tive infância. Eu era um símbolo de perfeição, cheio de sabedoria e formosura e minhas vestes foram preparadas com pedras preciosas.

Onde você morava?

Lúcifer: no jardim do Éden e caminhava no brilho das pedras preciosas do monte santo de Deus.

Qual era sua função no reino de Deus?

Lúcifer: como querubim da guarda, ungido e estabelecido por Deus, minha função era guardar a glória de Deus e conduzir os louvores dos anjos. Um terço deles estava sob o meu comando.

Alguma coisa faltava a você?

Lúcifer: (reflexivo, diminuiu o tom de voz) não, nada.

O que aconteceu que o afastou da função de maior honra que um ser vivo poderia ter?

Lúcifer: isso não aconteceu de repente. Um dia eu me vi nas pedras (como espelho) e percebi que sobrepujava os outros anjos (talvez não a Miguel ou Gabriel) em beleza, força e inteligência. Comecei então a pensar como seria ser adorado como Deus e passei a desejar isto no meu coração. Do desejo passei para o planejamento, estudando como firmar o meu trono acima das estrelas de Deus e ser semelhante a ele. Num determinado dia tentei realizar meu desejo, mas acabei expulso do santo monte de Deus.

O que detonou finalmente a sua rebelião?

Lúcifer: Quando percebi que Deus estava para criar alguém semelhante a ele e, por conseqüência, superior a mim, não consegui aceitar o fato. Manifestei então os verdadeiros propósitos do meu coração.

O que aconteceu com os anjos que estavam sob o seu comando?

Lúcifer: eles me seguiram e também foram expulsos. Formamos juntos o império das trevas.

Como você encara o homem?

Lúcifer : (com raiva) tenho ódio da raça humana e faço tudo para destruí-la, pois eu a invejo. Eu é que deveria ser semelhante a Deus.

Quais são suas estratégias para destruir o homem?

Lúcifer: meu objetivo maior é afastá-los de Deus. Eu estimulo a praticar o mal e confundo suas idéias com um mar de filosofias, pensamentos e religiões cheias de mentiras, misturadas com algumas verdades. Envio meus mensageiros revestidos, para confundir aqueles que querem buscar a Deus. Torno a mentira parecida com a verdade, induzindo o homem ao engano e a ficar longe de Deus, achando que está perto. E tem mais. Faço com que a mensagem de Jesus pareça uma tolice anacrônica, tento estimular o orgulho, a soberba, o egoísmo, a inimizade e o ódio dos homens. Trabalho arduamente com o meu séqüito para enfraquecer as igrejas, lançando divisões, desânimo, críticas aos líderes, adultério, mágoas, friezas espirituais, avareza e falta de compromisso (ri ironicamente). Tento destruir a vida dos pastores, principalmente com o sexo e dinheiro.

E sobre o futuro?

Lúcifer: (com o semblante de ódio) eu sei que não posso vencer a Deus e me resta pouco tempo para ir ao lago de fogo, minha prisão eterna. Eu e meus anjos trabalharemos com afinco para levarmos o maior número possível de pessoas conosco.
Hoje há um império de homens e anjos que servem a Deus...

Assine Agora.

Receba Estudos Biblicos diariamente no seu E-mail.