Posição da biblia em relação ao "Casamento Gay"

 




Olá amigo estou de volta, com um assunto muito polêmico, justamente por isso me sinto na obrigação de emitir a opinião da Igreja Dunamis a respeito.
O assunto homossexualismo ultimamente tem ocupado um lugar de destaque nos veículos de comunicação, isso devido à discursão recente de um projeto de lei que fora criado e barrado no senado, Graças a Deus, a PL 122 mais conhecida como a lei da homofobia, e também a recente liberação da união estável entre pessoas do mesmo sexo, esta que já esta em vigor no Brasil.
Considero sinceramente um retrocesso para uma nação como o Brasil, tais tipos de leis que são criadas visando beneficiar uma minoria e principalmente em um país que se diz cristão, apoiar a relação homossexual quando a Palavra de Deus é categoricamente contraria a esse tipo esse comportamento, vejamos:
Deus criou o homem e a mulher, “macho e fêmea os criou” Gênesis 1.27, entendemos através da Palavra de Deus que não existe um terceiro sexo.
Quando Deus criou o homem e mulher, ele os criou com a finalidade de um completar o outro, fez a mulher para ser completada por um homem, e o homem para ser completo por uma mulher. A opção homossexual é pecaminosa porque primeiro ela vai contra a natureza, em segundo lugar ela vai contra as leis de Deus, um relacionamento para ser perfeito ele deve servir ao propósito para o qual ele foi criado.
Embora seja opção do casal ter ou não filhos, essa possibilidade deve existir, e só existe quando se trata de um casal.
Dois homens ou duas mulheres, nunca formarão um casal, porque por definição, o casal só pode ser formado por duas pessoas de sexos opostos, ou seja, dois homens ou duas mulheres formam duplas, não casais.
É pecado porque a Bíblia diz: “com homem não te deitaras como se fosse mulher, abominação é” Levítico 18. 22
“Quando também um homem se deitar com outro homem como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue é sobre eles” Levítico 20. 13
“Sabendo isto: que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas, para os fornicadores, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros e para o que for contrário à sã doutrina” 1ª Timóteo 1. 10
Pelo que também Deus os entregou às concupiscências do seu coração, à imundícia, para desonrarem o seu corpo entre si; pois mudaram a verdade de Deus em mentira e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém!
”Pelo que Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.

E, como eles se não importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convém; estando cheios de toda iniquidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade; sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes ao pai e à mãe; néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia; os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.” Romanos 1. 24- 32
“Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o Reino de Deus.” 1ª Coríntios 6. 10
Como pudemos ler a recomendo que o amigo, ou amiga, confira cada texto em sua Bíblia, Deus é categoricamente contra as práticas homossexuais.
A pessoa que resolve assumir essa opção comportamental, precisa estar consciente de vai contra sua natureza e também, contra a vontade do seu criador, transgredindo assim a sua palavra que é lei tanto para os que o servem como e principalmente para os que não o servem.
Os movimentos que pregam e lutam por casamento gay e leis que beneficiem esse comportamento, tentam o tempo todo até com algum sucesso, deturpar os valores em questão, comparando a rejeição da sociedade ao homossexualismo, com racismo quando uma coisa não tem nada a ver com a outra. O negro nasce negro e tem mesmo que lutar por seus direitos como cidadão comum que é independente da cor de sua pele.
A deturpação chega ao absurdo de alguém dizer que nasceu gay, quando uma criança nasce é logo identificado seu sexo, menino ou menina, não existe um terceiro sexo. Nós somos fruto do meio em que vivemos logo fazemos a opção de caráter e de comportamento com base na educação que recebemos e influenciados pelas culturas locais e convivência com outras pessoas da sociedade, fazemos nossas opções, escolhas de gostos diversos, comportamento, moralidade, religião, etc.
Logo o gay, seja homem ou mulher, é alguém que foi criado em um ambiente que favoreceu sua opção homossexual, devido aos fatores acima mencionados, mas que pode se assim desejar ser transformado pela renovação do entendimento, através do conhecimento da verdade que é a Palavra de Deus e passar a viver a vontade do Senhor para sua vida.
A Igreja Dunamis é contra todo tipo de violência e discriminação, mas deixa claro que entre a opinião popular e Bíblia, ficamos com a Bíblia que manifesta a vontade do nosso Deus para com a humanidade.
Deus abomina o homossexualismo, mas ama os homossexuais.
Concluímos então que: é pecado ser gay, se é pecado então, é errado, se pregamos contra aquilo que é errado devemos por amor aos gays, pregar contra o ser gay e contra o “casamento gay”.
Deus te abençoe.
Pr Israel de Paula

Assine Agora.

Receba Estudos Biblicos diariamente no seu E-mail.