Origens da Rejeição

Origens da Rejeição

"A intenção do ladrão é roubar, matar e destruir. Minha intenção é dar vida eterna - vida completa"
(João 10:10).
Uma das formas básicas da acção do diabo para roubar, matar e destruir é a rejeição.
A rejeição é uma fortaleza na alma e pode ser causada por qualquer motivo, em qualquer pessoa, em qualquer fase da sua vida incluindo pré-nascimento.
Algumas das razões que abrem a porta da rejeição prendem-se com não aceitação da gravidez, não aceitação do sexo do bebé, não aceitação pela família, famílias disfuncionais, doenças, acidentes, medos (pré ou pós parto), pobreza, cor, abandono, violência doméstica, divórcio dos pais...
Em suma, qualquer tipo de preconceito pode determinar que a rejeição se estabeleça na alma de um ser humano.
E não é obrigatório que ocorra algum destes factos. Basta que a pessoa os sinta como ocorridos.
Por exemplo, se uma criança, num  determinado lugar - por exemplo a praia - se afasta dos adultos e se perde o medo pode fazer com que se sinta rejeitada, apesar da aflição dos adultos em procurá-la.
O mesmo acontecimente pode determinar o sentimento de rejeição nos adultos. Levados pelo medo de perder a criança, tendem a alterar o seu comportamento em relação a ela tornando-se superprotectores ou demasiado condescendentes.
Esta fortaleza na alma é o meio mais comum usado pelo diabo para levar a cabo os seus objectivos de roubar, matar e destruir pois é o como que o "Quartel General" onde se acoitam todas as tropas do inimigo das nossas almas.
por Deolinda Batalim, Domingo.

Assine Agora.

Receba Estudos Biblicos diariamente no seu E-mail.