A BONDADE Gálatas 5.22

A BONDADE
Gálatas 5.22

Introdução
Na lista de Gl 5.22, uma das virtudes que consta é a BONDADE: “Mas o Espírito de Deus produz o amor, a alegria, a paz, a paciência, a delicadeza, a bondade”. Como você definiria a palavra “bom”? A usamos muito! ...falamos de boa comida, bom emprego, bom dia, bom trabalho, boa viagem... os pais dizem “tenha um bom comportamento”. Até ouvimos dizer: “Fulano de tal tem vida boa!”.

O que é uma vida boa? ...ter boa aparência (salão de beleza, academia). Há os que acham que vida boa significa sentir-se bem. Outros pensam que vida boa significa possuir coisas (vivem comprando coisas).

A Bíblia mostra um quadro radicalmente diferente de uma vida boa. Para Deus, vida boa não se fundamenta na boa aparência, em sentir-se bem ou em ter coisas. Para Deus, VIDA BOA É UMA VIDA CHEIA DE BONDADE!

Agora, o que é bondade? O dicionário diz que é “Caráter de bom; boa ação; brandura; doçura”.A Bíblia registra a criação do mundo e nos lembra, que quando Deus viu tudo o que criou, disse que era bom. Por quê? Porque cumpriu o propósito para o qual foi criado.

BONDADE é isso: cumprir um propósito – ser o que Deus queria que fosse.
Deus fez você com um propósito. Quando você vive da maneira que Deus pretendeu que vivesse, você sente-se bem. Sua vida torna-se significativa – mas qual é a coisa boa para a qual Deus fez você?Ef 2.10 diz: “...ele nos criou para que fizéssemos as boas obras que ele já havia preparado para nós”.Não somos salvos por meio de boas obras; somos salvos para as boas obras (o estilo de vida do cristão é de BONDADE).
Esse é o estilo de vida que Deus quer para você!

Que benefícios você terá se levar este estilo de vida?
Quando você pratica o que é bom, sente-se bem consigo mesmo, porque está cumprindo o propósito de Deus – O RESULTADO É UMA AUTO-ESTIMA SAUDÁVEL....uma satisfação mais profunda do que a que vem da boa aparência, das coisas: Boa aparência um dia acaba, os bens materiais também – AUTO-ESTIMA duradoura resulta de fazer o que é bom e ser bom – ESSE É O PROPÓSITO DE DEUS PARA VOCÊ!
Mas há um problema: não faz parte da nossa natureza sermos bons (somos inclinados ao egoísmo; ao que é mal ao invés do que é bom).

Estou me lembrando de uma mãe que sempre dizia ao filho: “Você é o meu cordeirinho; o cordeirinho da mamãe”. Até que houve um dia em que o menino revelou: “Mãe, eu não quero ser o seu ‘cordeirinho’; quero ser o seu tigrezinho”. Essa é a nossa inclinação: mais para tigre do que pra cordeiro. A bondade não faz parte da natureza do homem, por quatro motivos:

Primeiro: A Bíblia diz que a bondade do homem é falha. Is 53.6 diz que cada um quer fazer a própria vontade, andar nos próprios caminhos e ser o próprio deus (mas ninguém é perfeito; apenas Deus é – o homem, Rm 83.23 diz, está separado da glória de Deus – então o homem não é bom por natureza).

Segundo motivo: sabemos que o homem não pode ser naturalmente bom por causa dos fatos da história – a história é um registro de desumanidade: guerras, crimes, violência, preconceito.
O terceiro motivo por que não creio que o homem seja bom por natureza é que sou pai. Essa idéia pode parecer tola, mas como pai, não preciso ensinar a meu filho que minta. Você precisa? ...a ser egoísta? ...não! O ser humano tem a tendência inata de fazer o mal.

O quarto motivo porque a bondade não faz parte da natureza do homem é o reconhecimento do meu próprio coração. Uma porção de vezes, ainda sou indelicado ao invés de gentil... às vezes sou egoísta mesmo sem querer... (Paulo disse da sua própria experiência em Rm 7.15: “Eu não entendo o que faço, pois não faço o que gostaria de fazer. Pelo contrário, faço justamente aquilo que odeio”).Você se identifica com isso? ...todos ficamos aquém do padrão divino perfeito de bondade, Jesus Cristo.

Não somos bons por natureza, mas por causa da bondade de Deus, Ele pode nos declarar bons!
Quando você confia em Jesus, Deus lhe dá uma nova natureza – Ele lhe dá o desejo de ser bom e também lhe dá o poder de ser bom, Fp 2.13: “Pois Deus está sempre agindo em vocês para que obedeçam à vontade dele, tanto no pensamento como nas ações”. Deus trabalha de dentro para fora: primeiro somos recriados como pessoas boas e depois recebemos a capacidade de fazer coisas boas. (Deus transforma nossa natureza, daí em diante, é só deixar que a bondade nos encha.

A Bíblia diz que precisamos aprender a fazer o bem. Gl 6.10 está escrito: “façamos o bem a todos”. Tito diz para estarmos “prontos a fazer tudo o que é bom”. E às mulheres, Tito diz (Tt 2:3): “...que sejam... mestras no bem”.
Eu quero dar cinco simples sugestões para você aprender a fazer o bem:

Primeiro,
Torne-se um estudante da Palavra de Deus.
Encha sua mente com ela – você só tem duas fontes das quais obter seus valores: o mundo ou a Palavra. A escolha é sua.Uma vez alguém ganhou uma Bíblia nova, e a pessoa que a deu, escreveu a seguinte dedicatória: “Este livro vai mantê-lo afastado do pecado, ou o pecado vai mantê-lo afastado deste livro”. Isso é verdade. 2Tm 3.16, na Bíblia Viva, está escrito: “toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver”. Portanto, encha sua vida de Bíblia, se quiser fazer o bem!A Bíblia é importante! A Amazon.com, maior livraria virtual do mundo, fez uma enquête sobre qual seria o livro do milênio. O mais votado foi a Bíblia (embora não tenha sido escrita no último milênio). Então, o título ficou para o segundo lugar da lista: a trilogia "O Senhor dos Anéis".

Agora, não basta possuir uma Bíblia; você precisa usá-la. Diga ao irmão: “Uma Bíblia na mão vale mais do que duas na prateleira?” Era dia de faxina em casa e a mãe distribuiu as tarefas. A um dos filhos menores foi coube fazer limpeza no armário, onde havia várias coisas acumuladas há muito tempo. Entre as coisas se encontrava uma Bíblia grande. O garoto apanhou-a e perguntou logo: "Mãe, que é este livro tão grande?" A mãe respondeu: "Esse livro é a Palavra de Deus, meu filho". "Então, porque não o devolvemos para Deus", disse o garoto, acrescentando: "já que aqui em casa ninguém usa?!"
Algumas pessoas são mais fiéis à página de esportes do que à Palavra de Deus. E é a Bíblia que nos ensina a discernir o certo do errado!

Talvez você esteja dizendo: “Mas eu não compreendo a Bíblia!” A solução é simples: compre uma Bíblia na linguagem atual, como esta... ou esta...Minha segunda sugestão é: Proteja a sua mente. Se quiser fazer o bem, deve aprender a controlar seus pensamentos.
O pecado sempre começa na mente. Satanás planta idéias, chamadas tentações, na sua cabeça; se você alimentar essas tentações na mente, elas se tornarão visíveis em sua vida. Você irá praticá-las.

Muitas pessoas são bastante descuidadas com o que permitem entrar em suas mentes. Fico admirado com aquilo a quem alguns cristãos assistem na TV. Eles dizem: “Ah! Não me influencia nada assistir esse tipo de coisas”. Conversa fiada! Veja o que Jesus diz em Mt 6.22: “Os olhos são como uma luz para o corpo: Quando os olhos de vocês são bons, todo o seu corpo fica cheio de luz”.Os psiquiatras, psicólogos e outros médicos dizem que você não esquece nada do que ouve ou vê. Talvez não se lembre, mas tudo o que você viu ou ouviu está no seu subconsciente. Tudo se mistura na sua mente... é por isso que alguns têm sonhos malucos!

Quando você está sendo bombardeado com lixo na TV, você tem uma escolha: pode mudar de canal (controle remoto facilitou isso) ou, melhor ainda, desligá-la!

(Fp 4.8 diz para pensarmos muito nas coisas boas, positivas e edificantes – coisas verdadeiras, honestas, puras e de boa fama. Está escrito: “meus irmãos e minhas irmãs, encham a mente de vocês com tudo o que é bom e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno, correto, puro, agradável e decente”.). Então, se quiser fazer o bem, tem de ser mais cuidadoso com as coisas às quais presta atenção. Proteja a sua mente!

Terceira sugestão, é:
Se quer aprender a fazer o bem, você deve desenvolver convicções!
O que você defende? Já se disse que, se não defendemos alguma coisa, acabamos aceitando tudo – algumas pessoas gostam de se mostrar liberais, abertas algumas pessoas têm a mente tão aberta que o cérebro delas está caindo pra fora!Você sabe qual a diferença entre uma OPINIÃO e uma CONVICÇÃO? Opinião é algo que você defende; convicção é o que defende você – opinião é algo que você discute. Convicção é algo por que você sofre e, se necessário, morre.

Você já percebeu que os crentes devem odiar determinadas coisas? Rm 12.9: “Odeiem o mal e sigam o que é bom”. Devemos odiar o mal. Por quê? ...o motivo é o que o mal faz às pessoas: as machuca, as destrói. Jesus odiava o mal nas pessoas; não odiava às pessoas – temos a inclinação de fazer exatamente o oposto: Odiamos os pecadores e amamos os pecados. Está errado.

Você tem de assumir uma posição contra o mal – algumas pessoas vão chamá-lo de fanático ou de santarrão, mas lembre-se do que Pedro diz: “é melhor sofrer por fazer o bem do que por fazer o mal”, 1Pe 2.19,20).

Isso me leva para à quarta sugestão:
Crie coragem para ser diferente.
3Jo 11 diz: “Não imites o mal, mas o bem”. Quando vai à uma festinha da turma, todos esperam que aja como eles; falar como eles, vestir-se como eles e fazer como eles. Mas, às vezes, bondade significa desejar ficar sozinho. Tenha coragem para ser diferente!Você se lembra da história dos três jovens israelitas que não se inclinaram diante da estátua do rei Nabucodonozor e foram jogados na fornalha ardente? Se você é íntegro, terá de passar pelo fogo.

Falando em calor, você é um termostato ou um termômetro, ou um ou outro? (Que faz um termômetro? Registra a temperatura; reflete o ambiente, se está quente ou frio – O termostato, por sua vez, controla a temperatura; ele influencia o ambiente). O que você é?Em Rm 15 há um fato interessante: Paulo elogia os cristãos de Roma. Ele diz: “Minhas irmãs e meus irmãos, estou certo de que vocês estão cheios de bondade...”.Naquele tempo Roma era a capital do pecado do mundo antigo; todo tipo de depravação acontecia em Roma – se você estivesse lá, o que esperariam de você? Que agisse como os romanos? Mas certo grupo de cristãos recusou aceitar esse comportamento pecador. Eles tinham integridade e fizeram diferença! Você não gostaria de ter uma reputação como essa?

Por último,
Se quiser fazer o bem, deve desenvolver o hábito de se reunir com outros crentes.
O segredo da bondade dos romanos é que se reuniam para fazer o bem.
Aquela carta anônima da Bíblia, aos Hebreus 10.25, manda que:“Não abandonemos... o costume de assistir às nossas reuniões. Pelo contrário, animemos uns aos outros”. Na igreja, nossa comunhão com os outros crentes destina-se ao encorajamento, para levar uma vida boa num mundo mau.

Deus vai proteger-nos do mal. E um dos meios mais poderosos que utiliza é a igreja.
Gosto do que uma senhora respondeu ao seu médico, quando após a consulta, recomendou: “Agora, não saia de casa; faça repouso”. A mulher, que era cristã, questionou: “Mas doutor, e a minha igreja?” O médico lhe disse: “Ah! A igreja pode passar muito bem sem você”. Ela respondeu: “Eu sei disso; mas sou eu que não consigo passar bem sem a minha igreja”.Não encontramos soldados saindo sozinhos para lutar contra as tropas inimigas. Saem em grupos chamados guarnições ou batalhões. Sabem que uns precisam dos outros.
Por que então tanto cristãos pensam que podem viver sozinhos?

Você deve gostar das reuniões da igreja – são como postos de abastecimento para voltar à batalha!

Conclusão
A vida cristã não é fácil, mas é eternamente valiosa – e fazer o bem não é fácil, mas há uma recompensa.Gl 6.9: “Não nos cansemos de fazer o bem. Pois, se não desanimarmos, chegará o tempo certo em que faremos a colheita”.

Como você vence o cansaço de fazer o bem? ...dominando a Bíblia, protegendo sua mente, desenvolvendo convicções, tendo coragem de ser diferente e reunindo-se com outros cristãos para apoio e encorajamento.

E você: está satisfeito em ser um termômetro, simplesmente registrando a frieza espiritual do mundo à volta? Ou está pronto para ser o termostato de Deus em seu cantinho no mundo?

Esta semana, use sua influência para o bem no lugar onde mora!

Assine Agora.

Receba Estudos Biblicos diariamente no seu E-mail.