DEUS E A DOR

DEUS E A DOR
Certo evangelista tentava convencer um ateu sobre a existência de Deus e seu poder para transformar a vida de qualquer pessoa disposta a aceitá-lo.
No entanto, o ateu retrucava que não havia nada concreto neste mundo que comprovasse a existência de Deus. “Eu sei que uma árvore existe porque eu a vejo e posso tocá-la, e o mesmo exemplo se aplica a você, a mim e várias outras coisas que existem. Mas, quanto a Deus, qual a prova da existência dele?”, questionava o descrente.
Como já tivesse tentado de várias formas e não havia obtido êxito, o pregador passou a olhar para o ateu fixamente e percebeu que ele tinha um enorme corte no braço.
Tocado pelo Espírito Santo, o evangelista perguntou: “Quando você sofreu esse golpe, sentiu muita dor?”, ao que o ateu respondeu que sim.
O pregador continuou: “Como era a dor? Qual a altura da dor? Qual o jeito da dor? Qual a cor dessa dor?”
Para tais perguntas, o ateu disse não ter resposta.
Então, o pregador novamente questionou: “Então, como você sabe que a dor existia?”
Sem pensar duas vezes, ele respondeu: “Porque eu senti a dor”
Da mesma forma, é Jesus. Eu sei que ele existe não por que ele apareceu para mim e disse, mas porque eu sinto a presença e o poder de Deus em cada segundo de minha vida”.

Assine Agora.

Receba Estudos Biblicos diariamente no seu E-mail.