DOUTRINA DA MORDOMIA DOMESTICA.

O equilíbrio  financeiro proporciona bem estar no lar.  Boa  (%) porcentagem das brigas em família,  advém da má  administração dos ganhos,  ou seja, da receita.
O bom senso é um fator indispensável, pois muitas vezes adquire-se coisas sem  estabelecer prioridades para o lar, ou pelo menos  para o momento que  se está  atravessando.

NOTA:-  Temos que Ter uma postura correta diante do dinheiro. O mesmo tem que servi-lo  e não  você servir ao dinheiro.  &  I Timóteo  6: 6-10

Estamos em um país em que o sistema é capitalista, ou seja,  o investidor  quer  mais e mais e nunca estão satisfeitos.  É como um saco sem fundo.

Despedem seus funcionários e os substituem  por computadores, não  se importando a mínima com o elemento humano,  e sim,  com os lucros.
A  qualidade dos produtos cai,  muito embora,  se fala tanto  em ISO 9000, porém, os produtos não têm mais a mesma resistência.  Sabe porque ?  Para  acabarem  mais rápido e as pessoas voltarem a consumir.  Isto  é  capitalismo. 

No Brasil,  cada plano econômico que eles lançam,  nós  sofremos seus efeitos de teste.  Parece que  somos um laboratório gigante.
             Mas o que isto tem a ver com os problemas na família?  Tudo!  tem tudo  a  ver,  pois afeta o seu relacionamento com   a esposa,  filhos,  e até mesmo  na  sua vida  espiritual,  muito embora não deveria, mas está acontecendo.
             O  desempenho sexual  do casal cai  bastante,  pois a ansiedade  se instala  e logo vem a insatisfação.  É  só não ter o dinheiro para o aluguel, luz, água, leite p/ os filhos etc.  que  os conflitos começam.  


            Significa  programar seus gastos, colocar no papel, relacionar mensalmente a receita e as despesas para que haja um controle da situação.



EXEMPLO:-     Seu  salário representa 100% .


A partir daí  distribua em porcentagem conforme segue abaixo:-



10%  dízimo (pertence ao Senhor),  seja fiel, deve encabeçar a lista;
?  %   despesas  fixas (água, luz, telefone, IPTU,  (estas despesas você terá todos os meses);
? %   compra mensal (logicamente você  terá que ir ao mercado todos os meses)  considere;
?  %   feira,  açougue,  padaria;
?  %   vestuário (este não precisa   ter  todos  os meses, compra-se quando puder);
? %  atividades diversas (passeio, viagem, lanches) são boas, mas devem ser feitos com critérios;
? % investimentos  (poupança, parcelas de terreno),  são coisas  que valorizam, principalmente em imóveis. (porém, deve ser feito se o ganho mensal permitir). Às vezes uma renúncia para se adquirir outras coisas ajuda.

 

RENDA FAMILIAR   =    R$  800,00   LÍQUIDO

DESCRIÇÃO  DOS GASTOS
VALOR GASTO
SALDO FINAL
Dízimo
              80,00
          720,00
Água
                20,00
          700,00
Luz
                35,00
          665,00
Telefone
                35,00
          630,00
Compra
               150,00
          480,00
Padaria
                 40,00
          440,00  
Feira
                 40,00
          400,00
Açougue
                50,00
          350,00
Prestação de roupa  (vez ou outra)
                 50,00
           300,00 
Prestação de terreno (aplicação)
                250,00
           50,00
Saldo final para  gastos diversos, e/ou aplicar  na Poupança.
               
           50,00
   


ü     O que você ganha com esforço deve ser gasto com critério;
ü     salário representa o suor do teu rosto, o desgaste da vida, portanto, gaste de forma correta;

ü     Alguns ganham mais do que outros, porém,  vivem como se ganhassem menos. Porque?

a)- Não é que quem ganha menos faz milagres;
b)- O problema é que quem ganha mais (neste caso citado) não está sabendo                        administrar;
c)- Ganha-se bem, porém,  administra-se   mal;


v      Crie prioridades em ordem cronológica.  (exemplo) : Entre consertar as goteiras do telhado e comprar um aparelho de som para o carro.  Qual é a prioridade?  Responda
 você mesmo.
v      Se puder faça um fundo de reserva para eventuais necessidades. (isto é sábio);
v      Marque o que vai comprar antes de sair de casa, isto lhe dará equilíbrio. Na rua você será  bombardeado por ofertas do capitalismo, que vão  incitar os vírus do consumismo;
v      Saiba quando comprar, Derrepente  não é o momento certo para se adquirir determinada coisa; 
v      Saiba aonde comprar, vá aonde a oferta e maior do que a procura.  Ex. tem roupa da mesma  marca e qualidade, que está na loja do Sr. Francisco, mas que também está na boutique  fulana de tal.   Na boutique é mais caro, porém, devido o viver de aparência, a pessoa não quer entrar na  lojinha  do Sr. Francisco;
v      Nunca saia de casa com fome,  isto lhe ajudará a comprar somente o necessário, principalmente em se tratando de supermercado;
v      Faça você mesmo.  Não pague para fazer.  Ex. o jardim da casa, uma pintura, consertar  uma torneira,  etc.
v      Não faça prestações longas.  Ex. um aparelho de som  custa R$  800,00  à vista.  À   prestação em 10  x  de R$  105,00  (eles dizem que está sem juros)  custará então          R$  1.050,00  no se preço final, ou  seja,  R$ 250,00 a mais.  

Conselho meu :-


Se você guardar durante 10 meses R$ 80,00 você  poderá comprá-lo à vista, e R$  80,00  reais é menor do que R$ 105,00  reais. A  questão na verdade é que não  temos paciência de   esperar e queremos ter o aparelho na hora.

v      Tenha cuidado para não precisar de agiotas;  Não vou dizer que o problema em si,  são eles e sim,  que  se você está precisando deles é porque alguma coisa errada está acontecendo com você.  &  Provérbios   22: 7 

v      Para que isto não aconteça, não gaste mais do que você ganha;

v      Não viva de aparência,  valeria a pena se sacrificar para mostrar algo que na verdade não existe?   

  

Veja  esta história:-    “Certa  família  gostava de viver de aparência, com isto sempre estava mostrando às outras pessoas uma falsa realidade. Eles chegaram  ao extremo, quando um dia o homem da casa   fez um esforço e adquiriu uma  antena de televisão (parabólica).  A esposa perguntou porque ele havia comprado a antena se não tinham a televisão.  Ele  respondeu:-   pelo menos quem passar na rua  vai  pensar que nós temos TV.”  Isto é um absurdo!  Devemos viver o padrão  de vida que realmente  está a  nossa altura,  não devemos fazer sacrifícios de tolos.


 Todo bom administrador (marido/mulher)  sabe estabelecer  prioridades. 

   Conceito:-  Prioridade é o senso de percepção em estabelecer o que é mais  importante para o momento, e até mesmo para o futuro.  Exemplo:-  Derrepente  sua esposa está lavando roupa em um tanque baixo, um frio terrível  e você trocando as rodas do seu carro (roda esporte).  Isto é falsa aparência. É não estabelecer prioridades.

Nota:-  A prioridade numero um (1)  sempre causa bem estar ao lar.  Evitar  exibir falsa riqueza é  uma regra segura para a  economia no lar.  & Provérbios 13:7

         

Tem  vários crentes, isto em todas as denominações, que andam todo “empetecados.”  (parecem burguês) , mas na verdade, estão devendo tudo, sem falar que as vezes não costumam nem pagar as contas.
            Não vão aos cultos  mais do que três  vezes com a mesma roupa, e já começam a reclamar  que estão  sem roupa para sair.
            Meu querido (a)  irmão (ã),  o importante na vida é  o bem estar do lar  e não o que os outros irão pensar e falar de ti.  Pare de viver em função  do que os outros pensam, seja você.
            Muitas situações são formadas por nós mesmos e, muitas vezes culpamos o diabo.  Mas na verdade o que  está  causando o problema é o próprio casal que não se entendem, não estabelecem  metas, não priorizam, não estão sendo uma só carne. 

***vejam alguns  casos que existem:-

Ø      marido se acomoda no ganho da esposa,  com isto ela se vê na condição de dominadora;
Ø      A esposa não quer saber quanto o marido ganha, o negócio dela é gastar e não economizar;


Ø      Os dois trabalham e ganham bem, mas não conseguem dar conta do  recado, ou seja, do orçamento mensal. Está faltando critério com os gastos.
Ø      A própria natureza não desperdiça nada, pois está  inserida nela a idéia de economia. Como  diz:-  “Na natureza nada se perde tudo se aproveita.”
Ø      Existe a participação  humana e a divina:-

                     A  humana:-  Analisar, programar, priorizar, economizar, dizimar, etc.

                     A Divina:-  Abençoar,  prosperar, ensinar, dirigir (se dermos lugar);



A adoção de um sistema adequado de valores resultará no seguinte:-

q       Reconhecimento de que tudo o que eu possuo pertence a Deus:  Bens, propriedades, dinheiro, poder aquisitivo.  Isto torna Deus responsável por  “sua propriedade”. Assim, quer eu tenha ou deixe de ter, devo lhe ser grato. Esta foi a reação do patriarca Jô quando perdeu seus bens.   &  Jô  1:21
q       Fazer da sabedoria o objetivo de minha vida:     Temos uma maneira de ver as coisas, mas o principal é de ver da forma como Deus vê. Ao invés de adquirirmos mais coisas, acumulando riquezas, devemos usa-la para comunicar Deus às pessoas.  & I João 2: 15 e 3: 23 a 24  
Quando alguém tem ou está adquirindo riquezas, deverá entender que isto é apenas um meio que Deus está utilizando para o seu propósito.
q       Ser flexível em ajustar-se a um ganho ou perda inesperada:   O segredo da tranqüilidade financeira é nos ajustarmos ao nível mais baixo da nossa renda, para que, em tempos de abundancia, possamos dar e investir com sabedoria, em vez de pagar dívidas antigas. & Filipenses 4: 12
q       Aumentar ao máximo os meios que Deus dá, para podermos dar conforme ele nos orientar:  Em toda a bíblia aparecem advertências contra a preguiça. Deus espera que o homem aceite o que ele lhe deu e use-o no máximo.   & Romanos 12: 11  e Provérbios 31: 27 e Eclesiastes 10: 18 . Mas também é importante a pessoa contentar-se com o que tem no presente.
q       Aprender a investir sabiamente:   Hoje se compra muitas coisas em função das propagandas, e também investe em coisas diversas sem pedir orientação do Senhor.
q       Cultivar um senso de percepção das necessidades dos outros:   As pessoas que nos rodeiam tem necessidades tais como: espirituais, psicológicas e físicas. Mas temos que determinar quais dessas necessidades devem ser atendidas primeiro, quando se tem as três. Observando porém, quais sãos as que Deus está lhe pedindo para prover.

v                    Existem meios de cultivar o senso de percepção das necessidades dos outros, tais como:   veja na próxima página.



1} Observação: Não seja distraído, perceba o ambiente à sua volta.
2} Associação:  Envolva-se com as pessoas.
3} Conversação:  Através do diálogo pode-se detectar a necessidade de uma pessoa.
4} Procure descobrir:  O que Deus deseja realizar nas pessoas que Ele trás até nós.
5} Orando:  fielmente por tal pessoa. 




I}  LIBERDADE FINANCEIRA É:


ü      Ausência de dívidas
ü      Ausência de transações financeiras desonestas
ü      Ausência da preocupação por falta de dinheiro necessário
ü      É a possibilidade de dar segundo a orientação de Deus





II} A LIBERDADE FINANCEIRA PRODUZ BENEFICIOS:
Você é capaz de prover as necessidades dos outros, segundo a direção do Espírito Santo.
 
 




Experimentar a provisão sobrenatural de Deus. Ele prove exatamente a quantia necessária, na hora certa, o que resulta na glória do seu nome.
 
 




Possuir apenas o que é necessário, tendo sabedoria  e inteligência para cumprir com os compromissos.
 
 



Veja que na parábola dos talentos, fica claro que Jesus deseja fazer o máximo com aquilo que Ele nos deu.  & Mateus  25: 14 a 30
Deus não desperdiça nada. Não constrói nada na vida de alguém sem ter um propósito certo.

III } GASTOS E INVESTIMENTOS:

Aparelhos diversos
Móveis do lar
Automóveis
Etc.
 
Deve-se evitar pedir dinheiro emprestado e/ou investir em coisas que desvalorizam, e passar a investir em coisas que dão retorno.

Exemplo negativo:     




Imóveis
Um negócio seguro
Etc.
 
 

Exemplo positivo:   


Veja alguns textos :-    &   Romanos 13: 8  ;  Provérbios  22: 7  ;  II Corintios 9: 8 a 15

IV} EXERCITE EM COMPRAR À VISTA

Conforme Deus vai entrando com providencia, será um indicador de quanto e quando deverá ser comprado tal coisa.
Procure dar chance a Deus de prover o necessário, antes de comprar. Detalhe: Ele pode prover tanto diminuindo as contas como aumentando a renda.
Para de usar cartões de crédito

V} DEUS ENTRA COM PROVIDENCIA:

“O trabalho do Senhor feito à sua maneira, não terá falta de sustento financeiro. Deus é suficientemente capaz de providenciar o dinheiro antes como depois, e Ele prefere faze-lo assim.” 
Portanto, se a conta venceu e a pessoa não tem dinheiro, então Deus não está provando a sua fé.  Há outro propósito de sua parte.



VI} TENHA CUIDADO AO SER FIADOR:

È um problema sério ser fiador de alguém. Quantos irmãos já prejudicaram outros, não pagando suas contas; tome muito cuidado, ore a Deus para saber se deves ou não fiar alguém num determinado caso.  Se bem que lendo o textos abaixo, vamos verificar que em via de regra já não é aprovado por Deus.


6: 1 a 3
11: 15
17: 18
20: 16
22: 26
27: 13

 
 

Veja alguns textos:  &  Provérbios   



VII} RAZOES POR QUE DEUS PERMITE A INSUFICIENCIA DOS MEIOS:

v      Ele está testando sua fé. Se entretanto a conta chegou e o dinheiro não, Deus não está testando sua fé.
v      Ele não precisa de dinheiro. A pessoa está preparada para enfrentar qualquer situação.
v      O dinheiro foi providenciado, mas desviado para outros recursos.
v      Há pecado.
v      A diminuição dos meios é a maneira pela qual Deus está preparando a pessoa para uma grande mudança.


Paulo disse certa vez:-  “Aprendi a viver contente em toda e qualquer situação.  Tanto sei estar  humilhado como também ser honrado;  de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de  escassez; Tudo  posso naquele que me fortalece.”  & Filipenses 4:11-13.
  


Assine Agora.

Receba Estudos Biblicos diariamente no seu E-mail.