Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores. Mateus 6:12

Cada dia que passa, pecados pequenos e pecados grandes vão acumulando uma dívida que esmagaria qualquer esperança se não fosse o perdão de Deus. Só quando enxergamos o quanto devemos a Deus é que vamos entender como é pequena a dívida de nosso irmão para conosco. Para nos poupar da morte que o pecado traria, Jesus teve que morrer em nosso lugar. À medida que compreendemos o quanto Deus nos perdoou e o quanto Seu perdão custou, é que podemos perdoar quem pecou contra nós. Mas, o inverso também é verdade. Se não conseguimos perdoar o irmão é sinal de que ainda não compreendemos o quanto custou ao nosso Pai para que fôssemos perdoados. Está sendo difícil perdoar alguém? Tente pensar em quanto Deus já lhe perdoou e compare a sua dívida com a dívida do seu devedor.

Meu Pai, ajude-me a lembrar que o Senhor é também Pai de cada um que me deve. O Senhor deseja a paz e a reconciliação que só o perdão traz para cada um, inclusive eu. Obrigado(a) por me lembrar quão bom também para mim é o perdão que está ao meu alcance. Em nome de Jesus lhe agradeço. Amém.





Ana Carla Machado
Cerâmica Progresso
(81)3636-1441
(81)3636-1474



"Fé é confiar sem entender"

Fonte: : http://www.facebook.com/Ojardimdedeus 

Assine Agora.

Receba Estudos Biblicos diariamente no seu E-mail.